sábado, 6 de outubro de 2012

Arroz Doce pra quem não gosta de Arroz Doce

Isso mesmo. Até quem não é muito chegado aprova este, porque é feito da maneira correta. Fica divino! Eu mesma não gostava, mas quando provei, revi meus conceitos!



Anota lá:

Ingredientes:
- 2 xícaras de arroz branco comum de boa qualidade (sem lavar)
- 2 litros de leite
- 2 gemas
- Canela em pau a gosto (sempre uso 2)
- Canela em pó
- 1 cx Creme de Leite
- 1 cx Leite Condensado
- Açúcar a gosto

Preparo:
Numa panela alta, juntar o arroz e as gemas. Mexer bem, sem fogo, para misturar.
Acrescente a canela em pau
Ligue o fogo baixo e acrescente cerca de 1 xícara de leite. Mexa bem até dar uma leve secada.
Repita este processo continuamente, sempre que o leite for escasseando, mexendo sempre, sem parar e controlando o fogo. Quando perceber que está fervendo rápido baixe-o. Quando a fervura começar a demorar, aumente.
Vai levar cerca de 35 a 40 minutos pro arroz atingir o ponto de cozimento no leite. Não chega a usar exatamente os 2 litros do leite.
Quando der este ponto, mais pra macio e bem cozido, desligue o fogo, acrescente o creme de leite e o leite condensado, misture bem. Em seguida, acrescente o açúcar.

Pronto. Basta polvilhar um pouco da canela em pó para decorar e saborear!

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Curvex Térmico, funciona?

Mais uma comprinha pelo Ebay: Curvex térmico. Este era realmente meu sonho de consumo rsrsrs. Assim como a guia de aplicação de rímel, achei que resolveria todos os problemas do universo rsrsrsr.

Xingling. Cerca de 3 dólares. Não veio com pilhas!

Grande decepção. Claro! Pode ser que o modelo ou marca seja tão "chinfrim" a ponto de não apresentar os resultados esperados. O aquecimento não deve passar de 0,5ºC de tão fraquinho. A abertura onde devem ser inseridos os cílio é tão pequena que há dificuldade em fazê-lo. Alguns fios chegam a ficar fora da curva! Não percebi nenhum efeito curvatótio, mesmo segurando os cílios por longos minutos no calorzinho.

Se alguém tem algum desses aparelhos que funciona, por favor, me indique modelo e marca, ok.

Bjs

Guia para aplicação de Rimel

Mais uma comprinha que fiz pelo Ebay: foi este instrumento plástico que serve como guia para aplicação de rímel.


Origem chinesa. Pelo Ebay cerca de 1 dólar.

A princípio achei que seria a solução de todos os problemas, visto que ele deve ser colocado sobre as pápebras e atrás dos cílios para que as canaletas separadoras mantenham os fios distantes o suficiente para não "engrunharem" com o pincel da máscara, além de impedir que o pincel encoste na pele evitando os borrados. também há um mini pentinho na outra extremidade para "pentear" os cílios.

Talvez eu não saiba usar direito ou as marcas de máscaras que tentei não foram adequadas, mas acaba-se por gastar mais rímel já que uma parte acaba pintando o plástico. Também achei que, como o pincel acaba batendo diretamente sobre a superfície do plástico o acabamento não fica legal. As cerdas do pincel acabam por não pentrar entrre os fios aí o efeito fica muito superficial.

Não recomendo....

Faca de Cerâmica - Prós e Contras

Oi gente. Fiz algumas comprinhas pelo Ebay e, como ando na onda da culinária, um dos itens foi uma faca de cerâmica.


Faca de Cerâmica com 7". Tamanho ótimo para vários tipos de uso.
Custo: cerca de 13 dólares.

Detalhe do fio.

Já vi alguns chefs usando e li algumas matérias sobre o desempenho. Algo que realmente me preocupava era a afiação poderosa que frequentemente costuma causar acidentes de corte. Dito e feito!

Eis meu primeiro corte, oque me deixou receosa em utilizá-la novamente.
E olha que nem foi corte na hora de cortar, mas segurei do jeito errado. Um susto!


Minha opinião: Apesar do medo, como agora estou começando um curso de gastronomia, sei que vou aprender a manusear corretamente os utensílio, dentre eles, as formas de corte e pretendo com isso reduzir ao máximo os acidentes. Realmente ela é suuuuuuper cortante. Tem um corte seco, até o ruído do corte é diferente... O bom é que não requer afiação constante, ou melhor, você precisará se preocupar com este detalhe muito raramente. A afiação é feita com afiador diamantado, oque não é fácil de encontrar. Ou então pode reenviá-la para a fábrica para que afiem. Como a minha é de procedência chinesa, vai ser difícil.
O lado ruim: ela quebra. Isso mesmo! Não pode deixar de jeito nenhum cair no chão ou simplesmente deixá-la solta na gaveta. Também não serve para cortes muito duros, congelados nem para descascar!
Mas recomendo!

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Creme de Aipim com Costelinha suína

Das sopas e caldinhos que tenho aprendido a fazer, meu favorito já é este.
Aproveita que é facilzinho!



Ingredientes:- 500g aipim em cubos (mandioca). Eu uso daquelas que já vem descascadas e à vácuo.
- 1/2 cebola picada
- 1 dente alho picado
- 1/2 linguiça calabresa em tiras
- 200g de costelinha suína picada
- cebolinha picada
- 2 tomates sem pele e semente, cortado em cubos
- shoyu
- 20g de margarina sem sal
- sal à gosto

Preparo:Cozinhar o aipim em água até ficar molinho.
Fritar a calabresa e a costelinha sem óleo.
Dourar a cebola, depois o alho na margarina.
Acrescentar o tomate e cozinhar um pouquinho, mas sem deixar desmanchar.
Acrescente um pouco de shoyu pra dar cor.
Bater no liquidificador o aipim com a água, pra formar um purê. Não ligue o liquidificador de uma vez só para não causar um acidente. Dê pequenos "pulsos" com o botão, pra deixar escapar o vapor.
Acrescentar este purê à calabresa, costelinha e o tomate.
Acrescente a cebolinha e corrija com sal.

domingo, 17 de junho de 2012

Tendências e Modinhas para as unhas

Oi meninas! Tenho visto por aí muitas novidades pra deixar as unhas coloridas de forma criativa. São muitos lançamentos de esmaltes, acabamentos e formas decorativas.
Infelizmente, pouca coisa eu mesma posso experimentar, já que tenho alergia a esmalte convencional, mas se eu pudesse, com certeza ia provar tudo!

Aí vão algumas dicas e novidades:

Esmalte perfumado:Isso mesmo, é uma das novidades da linha Revlon Scented - preço médio: 15,90 reais
Uma versão mais em conta é da linha FinaFlor , a coleção Summer Drinks - 2,20 reais


Craquelados:Esta é a "febre" do momento. Você pode produzir o efeito manualmente ou usar os esmaltes que já dão esta textura.
Fonte: http://www.dicasdemulheres.com/esmalte-craquelado-2012/

Fosco:Acho este efeito lindo, ainda mais quando se aplica algum desenho com esmalte comum brilhante, da mesma cor. Belo contraste!


Adesivos:Essa é uma alternativa pras alérgicas rsrs. Mas quando tentei aplicar os meus, não deu muito certo. Falta de técnica, acho!
Existe de várias marcas e preços. O preço médio aqui no Brasil é de 14 reais (cada cartela com 24 adesivos). Comprei uma pelo Ebay e paguei cerca de 1,4 dólares.


Unha filha única:Fica uma graça! Escolha apenas uma para caprichar mais na decoração. Geralmente se faz no dedo anular.

Fonte: http://suamy-namoda.blogspot.com.br/2012/05/unha-filha-unica-na-moda.html

Unhas de veludo:Acho meio esquisito... Já ouvi falar que não dá pra lavar as mãos senão perde o efeito. Vai saber...


Francesa inversa e colorida:Tem o mesmo propósito da unha francesa feita com o Branquinho e o Renda, mas com cores diferentes. Dependendo das cores escolhidas, pode ficar bom, mas acho meio anti-estético...
Ah! E o detalhinho francês pode estar na ponta das unhas ou na base!


3D / Holográfico:Alguns não passam de um "furta-cor". Outros realmente tem o efeito 3D!


Ultra-duráveis:A nova linha da Bourjois – 10 Days Nail Enamel – contêm pro-silício na fórmula para que os esmaltes durem até 10 dias nas unhas - 35 reais


Secagem rápida:Com a correria do dia a dia nem sempre é possível esperar o esmalte secar completamente. Pensando nisso, a Revlon lançou a linha Top Speed, que seca em 60 segundo - preço sugerido: 19,90 reais


Metálicos / Cromados:Show! Não precisa nem de comentários.


Efeito Marmorizado:Fica lindo! Existem esmaltes que já dão este efeito mas também já vi ser feito com esmaltes coloridos diluídos em água. Aí é só mergulhar as unhas nesta mancha de esmalte. Mas haja paciência pra fazer isso.


Glitter:Unhas de Diva! Algumas marcas tem o inconveniente de deixar as unhas áperas. E pra tirar é bem chatinho.

Textura / Unhas de Caviar:Maravilhoso! Também chamado de "unhas de caviar" rsrs.


Esmalte Magnético:
Este tem partículas que interagem com o ímã, que geralmente vem junto com o frasquinho. VC passa o esmalte e, com ele ainda úmido, aproxima o ímã para criar efeitos. Loucura!


sábado, 16 de junho de 2012

Creme de Ervilhas

Levanta a mão aí quem gosta de ervilha!!! Acho que pouca gente levantou rsrsrs. Sinceramente, nem eu sou muito chegada. Como, se estiver misturada à comida, mas não sou nada fã, acho "esfarelenta". Há até quem torça o nariz pras bolinhas verdinhas.


Esta foto é da internet.

Mas quando provei este creme num dos cursos de culinária que ando fazendo, mudei meus conceitos. Segundo o professor, quando ele oferece o creme à base de ervilhas pra alguém ele só fala: "Prova aí e me diz oque acha". Porque se falar que é de ervilha, já viu!!!

É delicioso e fácil de fazer. Vamos lá:

Ingredientes:
- 1 lata ervilha
- um pouquinho de bacon picado (o tanto que vcs comeriam), tipo uns 20g pra cada pessoa ou umas 2 colheres de sopa por pessoa...
- alho e celoba à gosto (pode ser uma cabeça de alho e 1/2 cebola)
- 1 caixa creme de leite
- 1/2 tablete de caldo de legumes
- cebolinha picadinha à gosto

Preparo:
Fritar o bacon sem azeite e depois retirar a gordura que solta. Reserve o bacon.
Dourar em óleo a cebola e depois o alho. Tente retirar o excesso de óleo depois que fritar.
Acrescentar a ervilha com a água e mexer.
Bata esta mistura em liquidificador.
Coloque de volta na panela pra aquecer.
Acrescente o bacon reservado.
Acrescente o creme de leite e água fervida se achar que ficou muito grosso ou mesmo pra fazer render pra mais pessoas.
Acrescente a cebolinha.
Experimente pra ver se precisa corigir com sal pois o caldo de legumes e o bacon já são salgados.

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Risoto Básico

Oi gente. Várias pessoas me pediram pra postar aqui a receita do risoto que aprendi a fazer num curso promovido pelo Sebrae.

À esquerda o Risoto Básico e à direita o mesmo, só que complementado com funghi secchi.

Chamo de Risoto Básico pois é a base do risoto. Pode até saboreá-lo assim, sem nada, que já é delicioso, ou então acrescentar seus ingredientes de preferência e criar seu próprio risoto.

Lembrando que risoto é risoto, um arroz cremoso regado a vinho branco.... bem diferente de arroz empapado, arroz embromeichon ou arroz carreteiro!

Você vai precisar de arroz arbório, que é especial para risoto. Tem mais amido, que lhe confere mais cremosidade.

Tem de várias marcas. Este da foto tem 500g e custa R$ 4,50.

Ingredientes:
1,5 litros de água fervida
1 tablete de caldo de arroz ou de legumes
500g de arroz arbório
200g de manteiga ou margarina sem sal (100g devem estar congelados)
1/2 cebola picadinha
1 dente de alho picadinho
200g queijo parmesão ralado grosso
150 ml vinho branco seco
sal à gosto

Preparo:
Antes de tudo, prepare seu "mise an place", ou seja: deixe a mesa posta com todos os ingredientes à mão, tudo picadinho, no seu devido lugar. O risoto é um prato que requer atenção do começo ao fim do preparo, nada de deixar a panela no fogo enquanto faz outras tarefas.
Primeiro dissolva o tablete de arroz/legume na água fervente. Depois baixe o fogo e mantenha a água quente até o final do preparo.
Numa panela de fundo largo, derreta 100g de margarina (que não foi ao congelador).
Refogue 1º a cebola. Quando estiver no ponto, não precisa ser dourada, acrescente o alho.
Acrescente o arroz, sem lavar. Misture bem em fogo baixo.
Acrescente o vinho branco seco e continue mexendo, sem parar, este processo vai fazer a redução do álcool restando só o sabor e aroma do vinho.
Quando der uma leve secada acrescente aos poucos, com auxílio de uma concha, o caldo quente onde foi dissolvido o tablete de caldo de legumes. Cerca de 2 por vez e fique mexendo com uma espátula, sem parar.
Não deixar grudar no fundo da panela e laterais. Faça movimentos em forma de "8" com a espátula. Este movimento permite a liberação de calor do fundo da panela.
Repita o processo de acrescentar conchas de água sempre que a água for secando. Repita até o final do cozimento, sempre que perceber que o arroz está quase secando.
O volume do arroz aumentará e cada vez ficará mais cremoso. Vá provando para testar o ponto "al dente" do arroz.
Quando estiver ao seu gosto de cozimento, baixe o fogo e acrescente o queijo ralado. Mexa bem.
Desligue o fogo e acrescente pedaços da manteiga congelada até que derreta. Este processo se chama "Mantecato" e literalmente faz o arroz ficar extremamente cremoso e saboroso. Prove para saber se precisa corrigir com sal à gosto (sal só no final visto que o queijo já é salgado!).
Pronto! Seu risoto básico está pronto. À partir dele poderá acrescentar outro tipo de queijo, como Gouda, por exemplo, tomates secos, cogumelos, carnes, legumes etc.
No caso de carnes, prepare-as à parte e acrescente no final, junto com o queijo ralado.
No caso de funghi secchi, leia a embalagem para saber como hidratá-lo. Poderá acrescentar shoyo para dar uma coloração mais escura, como a da foto.

Gente! Vale a pena. Fica muuuuuuito bom.


Este é o meu, de pera, champignon e presunto



E este é de shoyo com alcatra e azeitonas.




segunda-feira, 21 de maio de 2012

Torta Danete

Esta torta cuja receita vou descrever abaixo fica uma delícia, além de muito fácil de fazer, já que nem utiliza forno. Adoro receitas práticas!
O recheio é um caso à parte: um creme com textura e sabor muito parecidos com o daqueles cremes de chocolate que encontramos no mercado: Danete, Chandele e Cia.
A cor da torta na foto ficou “puxada” pro caramelo porque não coloquei chocolate em pó. Mas na receita vou citá-lo, ok.


Vamos lá:
Primeiro de tudo, pra ficar legal mesmo é necessário uma forma com fundo removível. Se vc não conhece, é como esta da foto. Usei uma com cerca de 30cm de diâmetro. Se vc não tiver uma e não quiser investir, pode ser numa travessa de vidro. A diferença é que não poderá “desenforma-la”.


Camada externa: A torta tem uma camada em volta (fundo e laterais) mais rígida, que faz a função de “parede” pra sustentar o recheio que é mais cremoso. Fica como um Coliseu de Roma rsrsrs.
- 1 pacote de biscoito de leite. Desses bem simples que vem com 3 fileiras de biscoitos dentro.
- 200gr de margarina sem sal.
- Chocolate em pó à gosto. Na minha torta não usei pq na hora eu só tinha achocolatado em casa e achei que ia ficar muito doce. O ideal é daqueles que tem os padres na caixa, da Nestlé, sabe?
Triture os biscoitos com as mãos ou num mixer ate ficar em pequeninos pedaços. Preferencialmente não deixe chegar no ponto de virar uma farofa. O legal é ficar com pedacinhos do biscoito.
Acrescente o chocolate em pó e a margarina e misture com as mãos ate ficar homogêneo. Ficará uma massa “pesadona”.
Pegue punhados dessa massa e vá apertando contra o fundo e laterais da forma a fim de fazer a “parede”. Não é necessário untar antes pois a massa já leva margarina.

Recheio:
- 1 lata/pote de doce de leite. Escolha um que não seja muito mole. Quanto mais rígido, mais consistente ficará. Geralmente aqueles que vem em lata são mais consistentes.
- 1 caixa de creme de leite (sem soro).
- Chocolate em pó à gosto.
- 2 colheres de sopa de essência de baunilha (caso não tenha, pode fazer sem, terá pouca alteração no sabor).
Pode misturar tudo com uma colher ou na batedeira. Obviamente que a 2ª opção é mais rápida.
Despeje o recheio sobre a camada de bolachas, pode colocar pedações de chocolate em cima, ou granulado... cubra a forma com filme plástico e leve para a geladeira por umas 2 ou 3 horas. Quanto mais tempo deixar, mais firme ficará o recheio.
Para desenformar basta abrir a presilha lateral da forma. A camada externa da torta fara a sustentação.

Agora é só se deliciar!

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Chia - Novidade para auxiliar no emagrecimento

Há cerca de 1 mês ouvi falar pela primeira vez na Chia. Nem sabia do que se tratava, mas parece que de lá pra cá o assunto vem ganhando popularidade.
Hoje recebi um email falando sobre os benefícios desta planta e achei bem interessante colocar aqui no blog, porque, não só para quem quer emagrecer, a Chia tem outras propriedades benéficas para quem pratica exercícios e/ou pretende fazer uma boa manutenção no seu organismo.
Acredito que o email vem de uma ordem de spam, então não sei qual a autoria para dar os créditos aqui.

SEMENTE DE CHIA 
Nome botânico: Salvia hispanica
A Semente de Chia é um alimento de origem Maia, antioxidante, rico em Ômega 3, cálcio, potássio, ferro e fibras.
O significado de Chia é "Força", pela energia que proporciona.

Características:- Cerca de 19 a 23% do seu peso é proteína completa, contém todos os aminoácidos essenciais em equilibrio perfeito;
- 60% do seu óleo é Ómega 3 e 40% Ómega 6. Sendo o alimento com mais ômega 3 encontrado na natureza.
- Contém mais cálcio do que o leite; mais ferro do que os espinafres; mais magnésio do que os brócolis; mais potássio que a banana; mais antioxidantes que a uvas-do-monte (mirtilo).
- 100% naturaL
- Não contém glúten

Benefícios:- As sementes de Chia são o sonho de quem faz dieta, pois eliminam a fome evitando assim o desejo de ingerir mais alimentos e, além disso, limpam o corpo das toxinas no intestino.
- Equilibram o açúcar no sangue, garantindo energia ao longo do dia e diminuindo o risco de Diabetes Tipo 2.
- Ajudam a regular o trânsito intestinal, previne a inflamação de divertículos (diverticulite), pois a sua fibra solúvel hidrata o cólon e facilita o movimento peristáltico.
- Ajuda a diminuir os níveis de colesterol e triglicerídios;
- São também muito benéficas para desportistas, pois por serem hidrofílicas, e absorverem até 10 vezes o seu peso em água, mantêm o corpo hidratado.


Indicações:- Perda de peso e manutenção;
- Problemas da tiróide;
- Hipoglicémia e diabetes;
- Síndrome do cólon irritável;
- Doença celíaca (intolerância permanente ao glúten);
- Refluxo gastro esofágico;
- Hipercolesterolemia (nível alto de colesterol no sangue);
- Indispensável para os vegetarianos por conter muita proteína.

Sugestão de uso:- Chia Fresca : 1 colherada das sementes em 250ml de água (o líquido ficará levemente gelatinoso). Adicione lima ou suco de limão e açúcar, e desfrute.
- No caso de refluxo gastro esofágico: colocar 1 colher de chá de sementes de chia num pouco de água, mexer e beber de imediato. Aguardar uns minutos e depois beber 1 copo cheio de água. Ajudam a absorver o excesso de ácido.
O poderoso grão possui...
· 2 vezes mais potássio do que a banana
· 3 vezes mais ferro do que o espinafre
· 6 vezes mais cálcio do que o leite integral
· 8 vezes mais ômega 3 do que o salmão
· 12 vezes o próprio peso: é o que ela absorve de água
· 15 vezes mais magnésio do que o brócolis




O preço, já vi na internet por R$ 40,00 / kg, mas já ouvi dizer que é possível achar por R$ 15,00 / kg.

quarta-feira, 18 de abril de 2012

EuroTrip - PARTE 6 - Hoteis

A relação dos hoteis em que nos hospedamos foi esta: (valores por pessoa, por diária, em Reais):

- Milão:
Hotel Ibis Milano Centro/ 2 noites:  R$ 133,73
Muito bom! A 2 quadras da Stazione Reppublica
http://www.ibishotel.com/pt/booking/hotels-list.shtml
- Mestre/Veneza: (ficamos em Mestre, a 12km de Veneza, pela questão do custo ser reduzido)
Hotel Trieste Mestre/Veneza / 2 noites: R$ 204,03
Razoável, mas limpinho! Em frente à Estação.
http://www.hoteltrieste.com/pt/
- Florença:Hotel Palazzo Vecchio Florença / 1 noite: R$ 65,00
Bom! A uma quadra da Estação. Sorte, pois nossos relógios ainda estavam com o horário de Veneza oque quase nos fez perder o trem pra Roma. Foi uma correria!
http://www.hotelpalazzovecchio.it/
- Roma:Hotel Nova Domus Roma: era para termos ficado neste hotel, bem próximo ao Vaticano. Parecia ser bom, chegamos a ver pessoalmente a estrutura, mas quando chegamos no quarto que era pra ser com 2 camas de solteiro, tinha uma cama de casal. E ainda por cima era o último quarto disponível. Após o maior bafafá e muito estresse e discussão com os funcionários, fomos transferidas para um outro hotel quase na periferia de Roma rsrsrs. Não recomendo pela falta de respeito com os seus clientes!
http://www.novadomushotel.it/
Hotel Marc’ Aurelio / 4 noites: R$ 333,69
O hotel em si não é ruim, é um 4 estrelas, ótimo café da manhã, mas é muito afastado do centro. O metrô mais próximo, Cornélia, fica a 600m do hotel que, ainda por cima tem uma ladeira enorme para chegar até a avenida principal, a pé.
http://www.hotelmarcaurelio.it/homepage.page?_VP_V_ID=14283023&country=it
- Barcelona:Hotel Everest Barcelona / 3 noites: R$ 385,60
Adorei! Bem arrumadinho e confortável. Uma ótima sacada. Dava até pra estender as roupas lavadas. Fica a umas 3 quadras da estação de metrô. pertinho do Hospital do Coração.
http://www.barcelonahotels.es/en/hotel-everest-92.htm
- Paris:Hotel Ibis Paris Tour Eiffel Cambronne / 5 noites: R$ 639,74
Um hotel que tem 70% de ocupação de brasileiros. Qualidade Ibis. A menos de uma quadra da Estação Cambronne. A 1km da Torre Eiffel, dá pra ir a pé e vê-la da janela do quarto. Recomendado!
http://www.ibishotel.com/pt/hotel-1400-ibis-paris-tour-eiffel-cambronne-15eme/index.shtml

terça-feira, 17 de abril de 2012

EuroTrip - PARTE 5 - Custos da viagem


Na média gastei cerca de 52 euros por dia (diluindo as compras dos dias mais caros). Teve dias em que gastei menos de 20 euros. Como tomávamos um café pelas 10h e só comíamos de novo pelas 16h, a alimentação não consumiu muito dinheiro.
Dicas:
- Um café da manhã, incluindo café com leite médio + croissant, quando bem pesquisado, pode sair por 2 euros. Redes como o Mc Donalds tem cardápios exclusivos de café e saem mais barato que em padarias de rua.

Este café foi em Verona. Não foi dos baratos!

- Todas as cidades que visitamos tinham o tal “menu turístico” nos restaurantes. Com ele vc pode escolher uma entrada ou sobremesa, o prato principal e até uma bebida. O preço médio foi de 10 euros por refeição. Isso barateou muito a alimentação.
A massa e o vinho...

... e a carne de um "menu do dia" em Roma.
Esqueci de fotografar a sobremesa: um deliciosoTiramissú bem servido.

- As cidades europeias tem água potável nas torneiras. Assim, comprávamos garrafinha de água no mercado por menos de 0,50 euros e guardávamos para reabastecer na rua ou hotel.

Esta foto horrorosa é de uma bica de água nas ruas de Roma. Mas a água é limpinha e gelada!

- Tomei muito vinho já que água era de graça fora dos restaurantes. Há pouca opção de sucos, e evitei ficar tomando refrigerante. A opção era o vinho com preço médio da taça de 3 euros.
- Sempre que possível compramos combos de tickets de metrô. Em Milão (1,20 euros) e Roma (1 euro) compramos avulso quando precisamos. Em Barcelona valeu a pena comprar o T10, um combo com 10 tickets por 9,75 euros (que vale também pro trem que leva do aeroporto ida e volta) e em Paris o combo com 10 tickets por 12,70 euros. Utilizei 2 deste.

- Em Milão descemos no aeroporto de Malpensa, há uns 50km do centro. O ônibus custou 7,50 euros na ida. Devia ter comprado ida e volta por 12 euros. Como não o fizemos, na volta havia tido um exagero de aumento de preço. Foi pra 10 euros. Tivemos que pagar! Em Barcelona descemos no aeroporto El Prat. Compramos o T10 (citado acima) que nos levou de trem pro centro. Em Paris, descemos no aeroporto de Beauvais, bemmmm longe, 70km do centro de Paris (por culpa do cancelamento do voo que nos deixaria em Orly). Neste aeroporto só aterrizam voos Low Cost que aproveitam para oferecer mais um serviço extra: ônibus que transportam os passageiros até o centro. A viagem de 1 hora saiu por 15 euros. Foi o único local que não aceitou pagamento com meu cartão VTM sem chip.
- Não compramos nenhum City Pass. Acho que não vale a pena. Um passeio é feito também de se caminhar a pé pelas ruas e não de se entrar em toda porta escrita “museu” que aparecer no seu caminho. Só pagamos entrada nos locais essenciais. Afinal, na sua cidade natal vc já foi a todos os parques e museus? Então porque tem que fazer isso lá fora?
- Em Milão pagamos 5 euros pra subir pela escada até o topo da Catedral Duomo. Em Verona não pagamos nada, nem o “Balcão da Julieta”, não tem porquê entrar lá... Em Veneza não conseguimos bom desconto pras gôndolas (60 euros negociados por 30 minutos de gôndola, pode ir até 4 pessoas), então não fomos. Em Roma pagamos 12 euros pra entrar no Coliseu (um combo que inclui também o Foro Romano e o Palatino), 15 euros pela Capela Sistina e 7 euros pelo elevador da cúpula da Basílica de San Pedro. Tudo valeu a pena ter pagado. Em Paris foram 10 euros pelo Museu do Louvre, 14 euros pelo elevador até o topo da Torre Eiffel (imperdível!)e 9 euros pelo Museu D’Orsay (curti mais que o próprio Louvre). Valores bem pagos pois vale cada centavo.
- As roupas de grifes conhecidas em Barcelona custam cerca de 20 euros a menos do que em Paris.
- Perfumes, óculos e relógios são caros em todos os lugares. Acho que não vale a pena comprar por lá. Um RayBan custava 129 euros. Achei o mesmo aqui em Balneário por 145 euros (equivalente). Prefiro pagar um pouco a mais e ter alguma garantia à mão caso dê problemas.
- Os produtos anunciados nas revistas das Cias. Aéreas durante o vôo são mais baratos que nas Duty Free. Caso goste, compre sem medo. Ah! Nunca fui, mas já ouvi dizer que as Duty Free de Frankfurt  são as mais baratas do mundo. Quem conferir, passa a dica!

- Mas como posso ter ideia do preço das coisas? Não é regra, mas ajuda: as coisas geralmente custam a mesma quantidade de "dinheiros" que aqui. Por exemplo: Um sanduba simples e avulso do Mc Donalds custa 3 dinheiros, um combo cerca de 9 dinheiros, uma lata de refri custa 2 dinheiros, uma garrafa de água cerca de 1,5 dinheiros (na rua), um prato-feito custa de 8 a 12 dinheiros. Claro, tudo vai depender do estilo de viagem que vc for fazer. Um jantar no restaurante da Torre Eiffel, nem te conto...
O total foi de R$ 7.300,00 para todo o período, incluindo tudo: passagens, hospedagem, compras, alimentação, etc.
Tenho uma tabela com todos os custos da viagem.
Caso queira ver a tabela, solicite.

Este post EuroTrip tem outros assuntos. Caso queira saber mais, acesse os links abaixo:

- Hoteis em que nos hospedamos na Europa.
- Chegando ao destino. Pra quê lado vou?
- Arrumando as malas.
- Como é um voo internacional? E os voos Low Cost?
- Dicas para antes da viagem.

EuroTrip - PARTE 4 - Chegando ao seu destino


- Sempre que chegar a uma nova cidade, confira se seu relógio está de acordo com a hora local. Vc pode ter passado por uma troca de fuso sem ter percebido. Aconteceu isso quando chegamos em Veneza.
- Sempre que chegar a uma nova cidade, procure por um centro de informações ou por um  hotel mais próximo e peça um mapa turístico e do metrô. Ele será essencial logo na chegada.
- Antes de explorar a cidade, estude os pontos turísticos para saber se vale a pena pagar entradas.
- Não fala inglês fluente? Não se preocupe, ao contrário do que falam, até os franceses são receptivos e se esforçam para entender. Fizemos “embromeichom” de português, italiano, espanhol , inglês e mímicas e tudo saiu bem! Até uma discussão com os funcionários do hotel de Roma ficou entendível kkkk.
- As estações na maioria das cidades são precárias no que se refere a mobilidade. Não encontrei elevadores para cadeirantes e viajantes com mala. Se existem, estavam fora de mão. Tudo era por escada, com a mala de 15kg a tira-colo. delícia!
- Sempre que for utilizar metrô local, valide seu ticket antes de embarcar. Há catracas ou maquininhas amarelas por toda a estação. É só inserir o bilhete. Guarde-o até o fim da viagem pois podem lhe pedir. Os bilhetes de  trem regionais não precisam de validação, mas um comissário poderá passar no seu vagão durante a viagem solicitando a passagem e o validará na hora.
Um modelo de máquina automática para compra de tickets de metrô, em Roma.

- Caso vc tenha passagens de trem, para saber em qual local embarcar, procure os paineis com horários que são atualizados com frequência. Confira-o de acordo com o número do seu trem e destino.  Nem sempre seu destino aparecerá. Pode ser que seu destino seja uma das paradas até o destino final do trem, então aparecerá a cidade do destino final. Neste caso, verifique o horário e número do trem.
- Há no máximo 2 semanas antes da viagem, entre em contato com o hotel, pode ser por email mesmo, para ficar formalizado, afim de confirmar sua reserva. Caso observe algum problema ainda haverá prazo para procurar outro hotel online.
- Se haverá voos durante a viagem e cujas datas só permitem checkin enquanto estiver em viagem, verifique constantemente seu email. Os voos podem ser cancelados a qualquer momento e vc terá que procurar um novo meio de transporte. Aconteceu conosco. Nosso voo Barcelona/Paris pela Vueling foi cancelado há 5 dias da data de embarque. Talvez por alguma negociação achamos outro da RyanAir pelo mesmo preço e compramos online.
- Compras internacionais feitas com cartão de crédito podem ser uma surpresa 2 vezes: 1 no fechamento da fatura, quando o valor é fechado conforme cotação da moeda estrangeira do dia. E outra na próxima fatura, mesmo após quitados todos os pagamentos. Acontece que o cartão costuma cobrar a diferença de cotação do dólar também entre o dia do fechamento e do pagamento. Se houver variação de câmbio neste período, pra mais ou pra menos, virá cobrança\estorno na próxima fatura. No meu veio R$ 148,00 a mais de cobrança. Um susto!
- Nunca aceite ajuda / serviços  não solicitados de estranhos na rua. Uma ajuda para comprar um bilhete na máquina, milho para jogar às pombas, pessoas que se prontificam a tirar fotos, pessoas caracterizadas com trajes locais .... Tudo tem custo!
- Os pontos turísticos com opção de vista panorâmica da cidade geralmente valem a pena por cada centavo da entrada cobrada.
- Quando achar algo que goste, que valha a pena, compre, deguste. Provavelmente não achará outro igual novamente, nem voltará para buscar.
- Como dizem: “Quem tem boca vai a Roma”, e vai mesmo, literalmente! Por isso, pergunte, pergunte, pergunte. Melhor ter certeza dos trajetos e de sua localização do que perder-se e "gastar pé" procurando o caminho correto.

- Dica de ouro: não se apegue em fazer conversão de moeda pra saber o valor em real das coisas. Curta a viagem na moeda local.

- A não ser que seja sua primeira "grande viagem", a compulsão por levar presentes para os entes é quase incontrolável, mas pode acabar com o objetivo real da sua viagem: curtir. Escolher presentes gasta! Gasta tempo, dinheiro e espaço na mala! Então recomendo levar apenas pequenos souvenirs: chaveirinhos mesmo! É difícil pensar assim, com objetividade. Prepare-se emocionalmente antes...

- Pelos mesmos argumentos anteriores, evite aceitar encomendas. Eu mesma só aceito se for algo que realmente estiver no meu caminho, em algum lugar que já esteja no meu cronograma passar pra comprar algo pra mim mesma. Ah! E com o dinheiro adiantado na mão... nada de "te pago depois". Afinal, os "dinheiros" que estou levando são para uso exclusivo da minha pessoa.
Ps: Se vc, leitor, está pensando em pedir alguma encomenda para alguém que está indo viajar, pense bem antes, ok. Bom senso!


Este post EuroTrip tem outros assuntos. Caso queira saber mais, acesse os links abaixo:

- Hoteis em que nos hospedamos na Europa.
- Custos da viagem.
- Arrumando as malas.
- Como é um voo internacional? E os voos Low Cost?
- Dicas para antes da viagem.

EuroTrip - PARTE 3 - Dicas para arrumar as malas

Tive sorte: usei praticamente tudo que levei, com exceção de uma toalha de banho pequena que levei por precaução e teria usado no trem noturno ou na estação, se tivessem chuveiro.
Procurei levar peças bem básicas e lenços coloridos pra dar uma cor às roupas, até porque temos que pensar nos looks que sairão nas fotos. Levei uma calça jeans apenas e mais 2 calças de malha, que foram um acerto visto que conseguia lavá-las no bidê e secava rapidinho. Fora isso, as roupas já estavam quase saindo sozinhas pra passear de tão usadas!  Acho que levei mais pares de meia que o necessário. 5 pares estaria ok, visto que fui lavando as sujas a cada 2 dias. Como os hotéis tem calefação, seca rapidinho. Por falar em meias é essencial estar atento ao conforto das mesmas. Meias com costura grossa, que ficam pegando nas laterais dos dedos podem gerar bolhas.
Dicas:
- Leve um pacote de mercado para ir separando suas roupas sujas.
- Leve guardanapos de papel, muitos restaurantes não tem.
- Pode parecer absurdo, mas levei um pequeno guarda-chuva e usei!
- Leve seus medicamentos usuais em forma de comprimidos. O meu kit continha: analgésico (para dores em geral), anti espasmódico (para cólicas), colírio antialérgico, relaxante muscular (este foi usado para dormir no voo), antigripal, anti histamínico (para alergias), dramin, laxante, anticoncepcional (calculado para os dias da viagem).
- Na dúvida, para o frio, uma jaqueta de nylon pode ser uma boa peça na mala de viagem. Um saco com sucção de ar reduz o volume na hora de colocá-la na mala.
- Meninas: a não ser que tenha intenção de ir a algum evento específico ou uma balada, não leve, nem use sapatos de salto alto. Viagens de turismo costumam exigir muito dos pés, por isso, sapatos confortáveis são essenciais. Levei duas botas de salto quase rasteiro e foram mais confortáveis que o tênis... vai entender!
- Os hotéis tem toalhas de banho e secador de cabelos. Este último é suficiente para secar os cabelos, mas esqueça dele caso queira utilizá-lo para fazer escova. Caso precise muito, é melhor levar o seu, mas considere o peso extra na mala.
- Se possível, leve uma pequena porção de sabão em pó... eu devia ter levado para lavar as meias e roupas íntimas. Passaram a sabonete durante toda a viagem.
- Verifique o modelo de tomada de todos os seus carregadores de eletrônicos. Garanta levar um adaptador de dois pinos cilíndricos, provavelmente será o modelo que encaixará na maioria das tomadas no exterior. Verifique a voltagem do país a ser visitado, costuma ser 220 V. Se não quiser levar carregador, os hotéis costumam emprestar. Também poderá comprar um numa loja xing ling. Paguei 2,90 euros em um modelo universal.
Modelo de tomada no banheiro do Ibis Milano -
São 3 pinos cilíndricos, como o nosso, mas enfileirados de forma linear.

- Leve uma agenda com sua programação anotada. Muitos dias sem compromisso profissional pode causar um efeito BBB: vc se perde na contagem dos dias e acaba sem saber em qual está. Isto quase nos fez perder um trem e pagar uma diária a mais de hotel!

Este post EuroTrip tem outros assuntos. Caso queira saber mais, acesse os links abaixo:

- Hoteis em que nos hospedamos na Europa.
- Custos da viagem.
- Chegando ao destino. Pra quê lado vou?
- Como é um voo internacional? E os voos Low Cost?
- Dicas para antes da viagem.

EuroTrip - PARTE 2 - O voo

Voo internacional TAM
O vôo de ida foi de 11 horas (Guarulhos-Milão) e de volta, trajeto inverso, de 13 horas, devido ao movimento de rotação da Terra.
São cerca de 6 horas sobre o Atlântico, o que causa muita turbulência. O jeito é tomar um remedinho pra dormir.
Há monitores de TV atrás de cada poltrona para assistir filmes ou programação própria. Também se pode acompanhar os dados do vôo: velocidade, altitude, tempo para a chegada, temperatura externa, etc.
Classe econômica da TAM - Airbus A330
Logo que fecham a cabine, os comissários passam pelos corredores borrifando um spray antiséptico. Depois servem balinhas de chocolate, lenços umedecidos para as mãos e copos de água. Depois de estabilizado o vôo após a decolagem, é servida a janta: massa, carne ou frango, acompanhados de salada e um pãozinho, e sobremesa. Bebida a escolher, inclusive alcoólicas.
Depois disso só nos resta dormir, se é que é possível fazer isto nos espaços da classe econômica mega-apertadas rsrs.
Jantar à bordo - Cardápio: Carne com batatas


Há cerca de 1h30 do destino, é servido o café da manhã: sanduiche ou omelete, pão, salada de frutas e bebida quente ou suco.
Café-da-manhã - Cardápio: omelete com linguiça e pão
Dicas:
- Num voo de longa distância, os pés provavelmente incharão, dificultando calçar seu sapato novamente. Viagem com sapatos que laceiam.
- Leve uma roupa quente. O ar condicionado na aeronave costuma ser bem severo, dependendo das determinações de vôo ditadas pelo comandante. Só o travesseirinho e o cobertor distribuídos não resolve.
- Um tapa-olhos ajuda a controlar a luminosidade das telas nas costas das poltronas que ficarem ligadas.
- Pelo menos pela TAM, eles distribuem um kit contendo: 1 par de meias (todos tiram os sapatos e as meias novas controlam qualquer mal-cheiro a bordo), um tapa ouvidos, um pente, 1 escova de dentes e creme dental.
- A TAM serve jantar e café da manhã em voos de longa distância. As carnes servidas durante o voo costumam ser bem apimentadas...

Voos Low Cost
Entre Roma/Barcelona e Barcelona/Paris, optamos por ir de voo Low Cost. Pra quem não sabe, este tipo de voo tem custo bem reduzido. É a mesma proposta que a Gol tentou implementar no Brasil, lá no começo da sua história. Não sei porque não deu muito certo. Um voo Low Cost é extramemente enxuto, você paga exclusivamente pela sua poltrona (sem reserva de assento a não ser que pague) e pela sua bagagem de até 10kg, para levá-la dentro da cabine.
Tudo é muito rigoroso, as medidas da mala e peso são conferidos e devem ser respeitados para não gerar estresse na hora do embarque.
Para não termos problemas, optamos por já comprar as passagens com mala de porão, ou seja, pagamos para despachar a mala de até 15kg no porão do avião. Há opção de outros pesos, mais caros, cerca de 1 euro por kg extra. Caso sua bagagem ultrapasse o peso comprado, são mais 30 euros em cash, na hora por kg excedido.
Os dois voos foram da RyanAir.
Custos (em Reais):
- Roma/Barcelona: R$ 95,93 (com taxas e mala de 15kg no porão)
- Barcelona/Paris: R$ 157,27 (com taxas e mala de 15kg no porão)

O voo Low Cost:
- Aguarde o embarque na fila que vai se formar. Quanto antes entrar, antes escolherá seu assento. Nós preferimos os primeiros pela questão da saída no desembarque, é mais rápido.

- Tudo que vc ler a respeito do tamanho da mala de cabine para este tipo de voo é a mais pura verdade. Apesar de ter embarcado minha mala principal no porão, levei objetos de valor e documentos na mochila, pra dentro da cabine. Alguns passageiros levaram malas maiores que as recomendadas, e conseguiram passar pelo portão de embarque. Isso causou transtorno para os comissários estressados que não conseguiam fechar as portas dos compartimentos, e não havia mais espaço. No fim, vi a comissária colocando um adesivo verde em uma das malas e despachando para o porão. Toda esta sessão resultou em 15 minutos de atraso no voo.

- A aeronave RyanAir é bem pequena, até menor que uma da Webjet, por exemplo. Os comissários são a versão "bagaceira" da classe, rsrsr. Moças sem maquiagem e sem a menor preocupação com os cabelos. Os uniformes até aparecem de serviços de limpeza, não desmerecendo a classe, mas a profissão merece algum glamour! As informações foram em inglês e catalão. Não há luxo algum, só praticidade. Durante o voo um verdadeiro mercado acontece: venda de lanches, cartões telefônicos e mapas turísticos da cidade destino, bilhetes da sorte tipo raspadinha, cosméticos e jornal. Os comissários apresentam os produtos com a maior naturalidade.

Este post EuroTrip tem outros assuntos. Caso queira saber mais, acesse os links abaixo:

- Hoteis em que nos hospedamos na Europa.
- Custos da viagem.
- Chegando ao destino. Pra quê lado vou?
- Arrumando as malas.
- Dicas para antes da viagem.


EuroTrip - PARTE 1 - Dicas para antes da viagem

Oi gente. Vou começar uma série de posts com dicas para viajantes internacionais principiantes, do tipo mochilão. São dicas que aprendi com bastante pesquisa e sentindo "na pele" os erros e acertos da minha EuroTrip. Algumas questões são sob minha vivência, meu ponto de vista. Muita coisa levei uns 3 meses caçando em outros sites e blogs pra aprender. Pra facilitar a vida de todos, compilei todas as informações necessárias e colocarei aqui, na série EuroTrip. Podem surgir outras dicas conforme eu for lembrando ou forem sendo feitos questionamentos, vou atualizando.

Começamos a pesquisar a viagem 5 meses antes da data determinada, em novembro. Não tínhamos data nem roteiro definidos. A data oficial se definiu conforme uma promoção que apareceu em janeiro, da TAM. O valor, ida e volta, saindo de Curitiba, com escala em Guarulhos e destino Milão (Malpensa) saiu por R$ 1570,00 já com taxas. Mesmo depois de comprada a passagem, outras promoções apareceram, porém, esta teve o melhor custo x benefício quando observados que era uma Cia. Aérea nacional com vôo direto. Milão era o destino mais barato da promoção, por isso foi eleita a cidade de chegada e partida.
Aproveitando que já estaríamos pela Itália, traçamos um roteiro por lá visando conhecer o máximo de lugares dentro do nosso tempo de 20 dias fora.
O roteiro ficou assim:
- Milão, 2 dias (incluindo o dia da chegada)
Adorei a cidade. Antiga mas com um toque sutil de modernidade. Trânsito organizado, limpa.   Tem os homens mais lindos que já vi, rsrs. De cada 10, 9 passavam na minha avaliação, aff! Se pudesse, teria ficado mais 3 dias completos lá, acho que seria o tempo ideal.
- Verona, 1 dia

A cidade de Romeu e Julieta é muito bonitinha, mas com pouca coisa para ser vista. Extremamente turística, metade de um dia é suficiente pra "dar uma olhada".
- Veneza, 1 dia

Pode não parecer, mas Veneza é grande. Como os meios de transporte são limitados dentro da cidade, se faz quase tudo a pé. Um tempo legal seria ter ficado pelo menos 2 dias. Não conseguimos nem ir para outras ilhas além da principal. Murano e suas fábricas de vidro fiaram pra próxima.
- Florença, 1 dia

Veneza nos cansou tanto que mal curtimos Florença. Foi tudo muito rápido, mas deu pra entender que tem bastante para ser visto. Acho que uns 3 dias seria bom para conhecer a principal cidade da Toscana e o que dizem ser a “cara da Itália”.
- Roma, 4 dias

Sinceramente, Roma me decepcionou. Uma cidade feia, suja, caótica (meu ponto de vista, hein). Talvez por conta de um stress que tivemos logo na chegada, no hotel, a estada não foi muito legal. Em 3 dias poderíamos ter feito tudo que se tem para fazer em Roma: visitar monumentos, museus, o Vaticano e praças históricas. Mas vale ressaltar que o Coliseu e a Capela Sistina são imperdíveis!
- Barcelona, 3 dias

Linda! Não canso de elogiar. A cidade mais bonita que já vi. Desculpem-me os patriotas, mas coloca o Rio “no chinelo”. Toda planejada, organizada, limpa, uma orla maravilhosa! Pessoas educadas, senti segurança total para caminhar pelas ruas a noite. Os preços mais acessíveis da viagem, tanto para alimentação, quanto para compras. Amei! 3 dias são suficientes. Mas na verdade eu moraria lá, rsrs.
- Paris, 6 dias

Não achei tudo aquilo que falam. É uma cidade para se voltar mais vezes, claro, tem seus encantos, mas, como Roma, é suja e caótica. Muita "caca" de cachorro no chão, cheiro de urina pra todo lado (inclusive vi um indivíduo fazendo pipi assim, no meio da rua kkkkk). Tão cara quanto Veneza. Ficamos o tempo certo lá. Mas deixamos de conhecer alguns pontos, como Versalhes, George Pompidou, Pantheon e La Defense. Mas fica pra próxima. Motivo pra voltar, claro!
Os outros 2 dias são o de ida e o de volta. São dias perdidos.
Dicas:
- Pesquise preços de passagens dia-a-dia, mesmo que ainda não vá comprar. Isto serve para se manter antenado com oque é um preço normal, oque é caro e oque é imperdível. Quando achar um bom preço, e já estiver há cerca de 2 meses para a data de partida da viagem, considere a possibilidade de já realizar a compra. Outras promoções melhores podem aparecer, mas também, podem não aparecer e, à partir daí, a tendência do preço original é aumentar. Outra tendência é que vôos chegando e partindo do mesmo local sejam mais baratos. Mas vale a pena pesquisar outras formas.
- Procure vôos diretos. Quanto menos escalas e conexões, menos cansaço físico, tempo perdido e chance de extraviar sua bagagem. Voar por companhias aéreas nacionais ajuda na interatividade durante o vôo e melhor acesso à solução de eventuais problemas.
- Um bom site para acompanhar promoções de passagens é o Melhores Destinos. Para comparar preços, prefiro o Decolar. Mas na hora de fechar negócio, melhor direto com a Cia. escolhida. Taxas a menos, ok. Ah! Geralmente as taxas de embarque já estão incluidas no custo total. Mas se for pra América do Sul, fique atento: alguns aeroportos cobram a taxa no próprio aeroporto, em dinheiro e na ida e volta.
- Compre adiantado qualquer outro meio de transporte que vá utilizar em solo estrangeiro, como trens e vôos entre cidades. Sai bem mais barato que comprar na hora e alguns trens não vendem sem antecedência e com reserva de assentos antecipada.
- Solicite passaporte e visto (quando necessário) com a antecedência necessária. Não deixe pra última hora.
- Verifique se o local a ser visitado requer vacinas específicas e tome-as com antecedência. Não há necessidade de levar carteirinha de vacinação na viagem. Poderá passar na ANVISA antes, dentro do próprio aeroporto e validar a carteirinha. Em troca você levará um documento internacional anexado ao passaporte.
- Por experiência própria digo: fuja da ilusão do romantismo do Trem Noturno. Ou eu tive muito azar, ou é muito ruim mesmo. Sai mais caro que a diária de um hotel e você não dorme nada, chacoalha muito, para em todas as estações pelo caminho, a cama é horrível, não há iluminação nas cabines, os banheiros são sujos (não há chuveiro), o atendimento do restaurante é péssimo, quando não falta comida, que por sinal, é bemmm cara!.

Restaurante do Trem Noturno. Uma saladinha custa 10 euros!
- Uma mala com rodinhas 360º e extensor de volume faz toda a diferença. Nem pense em sair de casa sem uma. Invista no seu conforto! Quanto menor o peso da mala vazia, mais conteúdo vc pode carregar dentro sem sofrer com o peso extra. Evite malas com alças quebráveis, prefira os modelos com alças costuradas. A Cia. Aérea quebrou a alça da minha logo no começo da viagem e tive que passar mais 20 dias transportando-a com uma corda improvisada. Foi horrível! E depois do último voo ainda arrebentaram a minha cordinha...
- Os aeroportos internacionais cobram pelo carrinho de transporte de malas. Se der certo e encontrar um abandonado nos corredores, pode pegar!

- Caso pretenda fazer viagens domésticas entre cidades em solo estrangeiro e optou por empresas Low Cost, respeite as regras de tamanho de bagagem ou compre adiantado o transporte de sua mala no porão. Há um post só sobre este assunto. Veja no final do texto.

- Providencie um Cartão de Débito Internacional. Pode ser feito através de qualquer agência de turismo ou casa de câmbio. Usei o meu sem problemas. Não fiz saques (cobram $ 2,50 por saque). Para 20 dias de viagem levei apenas 355 euros em espécie e ainda sobrou 100 euros. Usei dinheiro apenas para pequenos gastos como café, bilhetes de metrô e outras miudezas. O restante passava tudo no cartão. Os cartões costumam não ter chip, então você deverá assiná-lo no verso para sua segurança. A cada compra, sua assinatura será solicitada nos comprovantes.
- Faça um seguro saúde internacional com cobertura conforme recomendada pelo local a ser visitado. O seguro pode ser contratado apenas para o período exato da viagem.
- Estude bem o mapa das cidades e locais que pretende visitar. Ter noção de localização é muito importante. Ao escolher seu hotel, dê uma navegada no endereço pelo Google Street View, assim, quando chegar na estação saberá por qual lado sair (algumas tem várias saídas e sair pelo lado certo "economiza pé").
- Estude a previsão do tempo dos locais a serem visitados com antecedência em sites de previsão. Alguns costumam fazer a previsão para até 2 semanas além do dia da pesquisa. Isso evita levar roupas de mais ou de menos.
- Os deslocamentos entre cidades com viagens de até 1h30 de duração são mais práticos por trem. Claro que se deve comparar preços de aéreo x trem. Mas a praticidade de entrar num trem sem check-in, com o peso de mala liberado, podendo chegar à estação com alguns minutos de antecedência, e chegando ao destino no centro da cidade, não tem comparação.
- Depois de definido seu tempo de viagem e data de ida e volta, comece a reservar a hospedagem. Recomendo a pesquisa pelo Booking.com e pelo Decolar. Neles vc pode conferir comentários de outros hóspedes e fazer sua avaliação. Quando encontrar o hotel adequado, busque pelo site do próprio hotel e verifique a possibilidade de fazer a reserva direto com ele, evitando terceirizar e aumentar as chances de problemas com a reserva. Nossa experiência com o Decolar não foi das melhores.

- Vai visitar várias cidades? Comece pela mais desejada de se conhecer. Vc ainda terá toda energia para explorá-la ao máximo.

- Tem gente que fica 30 dias ou até mais fora. Sinceramente, fiquei 20 dias e acho que foi muito tempo. O suficiente para cansar, estressar. 10 dias acredito que é o tempo ideal. Compensa o tempo e o gasto exagerado do deslocamento aéreo até o local e dá pra aproveitar bem sem cansar demais. Eu quis conhecer o máximo possível numa só viagem, e não foi tão legal assim... Vira uma correria, aumentam as chances de erros, extravio de bagagem, chega até a dar vontade de voltar pra casa, rsrs.
- Procure também por hotéis de grandes redes como Ibis e Formule 1. Os preços costumam ser adequados e a estrutura é sempre confiável, vc já sabe oque vai encontrar. Há um post com os hoteis que ficamos e a avaliação de cada. Veja no final deste texto.
Ibis Milano Centro - Recomendadíssimo!
- Achamos mais conveniente ficar em hotéis normais do que em albergues já que nosso perfil de viagem era mais sossegado, e não festeiro. A média de diária foi de 30 euros por pessoa. Algumas cidades cobram taxa de turismo de cerca de 3 euros por dia, por pessoa, que devem ser pagos em dinheiro, direto pro hotel.

- Esta é nova e gostaria muito que alguém tivesse me dado esta dica antes: caso ache inconveniente fazer um plano de celular para viagens internacionais, já que costumam ter um preço bem salgado, providencie um par de walk talk para comunicação entre a sua equipe de viagem. Teríamos evitado alguns problemas de comunicação. Aí pra falar com seus familiares e amigos na terra natal acho melhor usar a internet mesmo.

- Vai levar GPS? Não esqueça de atualizá-lo antes, conforme o seu destino.

- Essa lembrei agora: pelo menos nos meses em que estive por lá (março/abril), os dias não eram muito frios, a média era de 18°C, totalmente suportável para quem já mora no Sul do Brasil..., porém, o clima é extremamente seco, repito: SECO! De rachar a pele do dorso das mãos, lábios. Tudo fica áspero. Garanta levar um bom hidratante caso não queira investir em algo do tipo lá.

Este post EuroTrip tem outros assuntos. Caso queira saber mais, acesse os links abaixo:

- Hoteis em que nos hospedamos na Europa.
- Custos da viagem.
- Chegando ao destino. Pra quê lado vou?
- Arrumando as malas.
- Como é um voo internacional? E os voos Low Cost?